Documentos digitalizados podem ser descartados?

A tecnologia é uma grande aliada no meio corporativo e os documentos tendem a crescer ainda mais nos próximos anos.

A dúvida de muitos departamentos são o que fazer com os documentos físicos após a geração dos documentos digitais.

Como já falamos em outro post, existe diferença entre documentos digitais e os digitalizados (sem valor legal).
É aconselhável guardar os documentos físicos mesmo com a digitalização, garantindo a veracidade dos mesmos.

Para eliminar de vez o arquivo físico, é preciso fazer a microfilmagem com a digitalização, só assim os documentos passam a ter legalidade jurídica conforme a lei nº 5.433, de 08 de maio de 1968 e alterada pelo Decreto nº 1.799, de 30 de janeiro de 1996.

Documentos temporários podem ser descartados, desde que respeitem os procedimentos que garantem a autenticidade, conforme o Projeto de Lei do Senado (PLS) 146/2007, aprovado em junho de 2014.
Os documentos físicos podem ser descartados por incineração, destruição mecânica ou outro procedimento que garanta a desintegração.