Quais os prejuízos gerados com a perda de documentos?

Se você trabalha na área administrativa de uma empresa, deve estar habituado a lidar com uma montanha de papeis, não é mesmo? Porém, você já deve ter imaginado os prejuízos causados com a perda de documentos. Vamos entender melhor? Acompanhe a leitura deste post.

Muitas vezes as empresas trabalham com equipes enxutas na área administrativa. Portanto, o principal reflexo é o acúmulo de tarefas .

E como diz o ditado: a pressa é a inimiga da perfeição. Nesse sentido, o risco de falhas aumenta.

Logo, um dos problemas que podem vir a acontecer é a perda de documentos.

Embora a maioria dos escritos importantes, como contratos, licenças, recibos e laudos tenham mais de uma via, o extravio de um papel importante gera muita dor de cabeça.

Entre os prejuízos gerados com a perda de documentos estão:

– queda na produtividade

– abertura de fichas de ocorrências internas

– aumento no somatório de falhas

– risco de ações judiciais

– perda de tempo

– desgaste da imagem do setor ou do funcionário

Dessa forma, por mais que o documento venha a ser localizado, perde-se um tempo considerável na busca.

Mesmo que o erro afete um membro da equipe, corre-se o risco de ações judiciais. Foi o que aconteceu recentemente em Tocantins.

Uma empresa perdeu a carteira de trabalho  do funcionário. Ele ingressou com uma ação na Vara do Trabalho e ganhou a causa correspondente a 10 vezes o salário recebido na empresa.

Em resumo, o melhor é prevenir do que remediar. A perda de documentos traz inúmeros prejuízos, entre eles a queda na produtividade e o risco de ações judiciais.

É por isso que muitos empresários contratam empresas de guarda e gestão de documentos. A Boomerang File é especializada em soluções inteligentes na guarda e gestão documental. Entre em contato para mais informações .